sexta-feira, 21 de maio de 2010

Um post extraodinário!!!

Gente, geralmente não posto a essa hora! Mas, hoje acordei inspirada pra falar de uma pessoa que nem eu sei se deveria falar. Enfim, hoje vou homenagear meu ex marido, em seu aniversário!!! Sim, sim, por que não??? Tá certo que quem vive de passado é museu e que ex é ex, e que se fosse bom não era ex.
Olhem eu e ele quando nos conhecemos:

Mas, primeiro: não saimos brigados, nem feridos. O amor foi se esgotando aos poucos, se transformando em um amor de amizade, sabe?(bem, pelo menos é o que eu sinto) É claro que tenho mil e uma restrições a ele, pela forma como ele conduz as coisas com a pequena. Mas, acredito que ele não faça por mal, acredito que ele ainda não tenha noção da responsabilidade que é ser pai.
Eu e ele gravidíssimos:


O fato é que quando casamos, não pretendiamos ser pais, pelo menos não tão cedo, ai logo 4 dias depois do casório eu descubro que estou grávida!!! Tenho certeza que o problema do meu ex não é falta de amor, e sim, falta de maturidade, por isso o compreendo. As contas que ele tem com ela, eles vão acertar no futuro. Não que eu não me incomode, pelo contrário, tem dias que viro bicho falando com ele, mas eu procuro, até pra minha própria paz compreender as pessoas, e aceita-las com seus defeitos e dificuldades.


Temos um elo que nos unirá pra sempre, então, não posso ficar brigando com ele, ou querendo mal a ele. E nem tenho motivos pra quere-lo mal, afinal tivemos uma história, mais conturbada do que bonita, mas graças a ele eu tenho a melhor coisa da minha vida. E quando o conheci, realmente me apaixonei, fui feliz ao lado dele também.Nem tudo é só coisa ruim, né?
Olhem nosso casamento:


Aproveito pra deixar um recado pras mães separadas, e as que vierem a se separar. Escuto tanta gente falando mal do ex marido, do pai de seus filhos, principalmente pra eles... A minha própria mãe adora falar mal do meu pai, ela não perde uma oportunidade! Gente, isso é horrível!!! Pra mim com 24 anos é péssimo escutar, imagina na cabeça de uma criança??? Eu nunca falei mal do Rodrigo pra minha filha! Pelo contrário, pro próprio bem dela, eu falo bem dele, falo que ele pergunta sempre por ela e que está morrendo de saudades, falo do quanto ele a ama e tal. Ela fica tão feliz... por que agir diferente? Sinceramente, não entendo quem faz o contrário, e olha que me considero extremamente compreensiva. Quem age assim não pode estar raciocinando em prol dos filhos, e sim no seu próprio bem. Nós costumavam
Enfim gente, parabéns pro meu ex! O que eu mais desejo pra ele além de felicidade, amor, paz e muito sucesso é que ele tenha muuuuuuuuuuito juízo, e que Deus ilumine a cabecinha dele!!!

Esse post vai ser mais curto um pouquinho, por que ainda pretendo voltar mais tarde com mais novidades!Esse foi como o próprio post diz, um post extra! beijinhos!

4 comentários:

Barbie Girl disse...

Olá Paula, vim conhecer seu blog e adorei tudo por aqui!

Parabéns pelo post e por ter um coração com e compreensivo e principalmente por pensar no bem da sua pequena!
Beijos

Simone Scharamm disse...

Oi, Paula,
Acho ótima a sua atitude de falar bem do pai para a sua filhinha! Isso vai ser muito bom para ela, agora e no futuro. Sei disso, porque me separei aos 25 anos, qdo a minha filha tinha 5 anos e sempre procurei agir assim. Então, parabéns pela sua iniciativa!
Ah, as fotos do chá, eu vou postar, sim. Não é aniversário da pequena, não. Ela é de dezembro, mas ela se queixou que dezembro estava muito longe...e que ela "precisava" receber as amigas para um chá!Rss
Você já escolheu um tema? Lá no meu blog tem festa Jardim, Mil e uma noites, Tão, tão distante e Fundo do mar. Dá uma olhada!
Beijos!

Simone Scharamm disse...

Ah, Paula,
Deixa um e-mail de contato.
O meu é s.scharamm@hotmail.com
Bjos.

Denise disse...

O post foi extra, e a atitude, extra-ordinária!!

As congratulações vão primeiro pra vc, Paula - digna de aplausos pela coragem, pelo desprendimento. E que Rodrigo tenha um feliz aniversário!!

Bjos, e obrigada pela visita!!