sábado, 12 de junho de 2010

Dia dos namorados

Eu prometi, prometi de novo e prometi mais uma vez que não iria postar sobre o dia dos namorados. Jurei que nem ia me lembrar de que hoje é dia dos namorados... como não foi possível cumprir minhas juras, cá estou eu... Essa revolta toda contra a data vocês se lembram daqui né?!

Hoje não seria diferente... além de estar "encalhada" tenho uns 4 cortes na barriga e alguns pontos que me impedem de sair de casa. A solução é se conformar, sim, porque não sou como as princesas dos filmes da minha Duda. Então, nenhum príncipe vai me beijar e me acordar, a minha (fada)madrinha não tem varinha de condão, e andar de tapete mágico por ai está meio fora de moda. Até meia noite ainda é hoje... poderia aparecer um admirador secreto com um bouquet de rosas, dizendo que não se importa que eu esteja com essa cara de recem-operada, e que seria ótimo ficar em casa assistindo uma comédia romântica, tomando sopa (por ordens médicas, a dieta não comporta excessões!) depois que a Duda dormisse. Não custa nada sonhar!!!Aliás, se querem saber o tamanho da minha indignação comigo mesma ainda estou torcendo contra um relacionamento aí... em pleno dia dos namorados!!!

Sem bobagens agora... deixarei aqui a minha contribuição pra que a blogsfera fique mais romantica e adocicada no dia de hoje. Escolhi um texto do nosso mestre Drummond, é um texto que acho lindo! Por incrivel que pareça o conheci numa prova de português quando estava na sétima série (uiiiii tem teeeeeempo!), confesso que não é o melhor lugar pra gostar de um texto, mas esse realmente é bonito!!!



Quem não tem namorado
é alguém que tirou férias não remuneradas de si mesmo.
Namorado é a mais difícil das conquistas.
Difícil por que namorado de verdade é muito raro.
Necessita de adivinhação, de pele, de saliva,
lágrimas, nuvem, quindim, brisa ou filosofia.
Paquera, gabiru, flerte, caso, transa, envolvimento, até paixão é fácil .
Mas namorado é mesmo difícil.
Namorado não precisa ser o mais bonito,
mas ser aquele a quem quer se proteger
e quando se chega ao lado dele a gente treme,
sua frio e quase desmaia, pedindo proteção.
A proteção dele não precisa ser parruda, decidida ou bandoleira,
basta um olhar de compreensão ou mesmo de aflição.
Quem não tem namorado não é quem não tem amor,
é quem não sabe o gosto de namorar.
Se você tem três pretendentes , dois paqueras,
um envolvimento e dois amantes,
mesmo assim pode não ter um namorado.
Não tem namorado quem não sabe o gosto de chuva,
cinema sessão das duas, medo do pai,
sanduíche de padaria ou drible no trabalho.
Não tem namorado quem transa sem carinho,
quem se acaricia sem vontade de virar sorvete
ou lagartixa e quem ama sem alegria.
Não tem namorado quem faz pactos de amor apenas com a infelicidade.
Namorar é fazer pactos com a felicidade ainda que rápida,
escondida, fugidia ou impossível de durar.
Não tem namorado quem não sabe o valor de mãos dadas,
do carinho escondido na hora em que passa o filme,
de flor catada no muro e entregue de repente,
de poesia de Fernando Pessoa,
Vinícius de Moraes ou Chico Buarque lida bem devagar,
de gargalhadas quando fala junto ou descobre a meia rasgada,
de ânsia enorme de viajar junto para a Escócia
ou mesmo metrô, nuvem, cavalo alado,
tapete mágico ou foguete interplanetário.
Não tem namorado quem não gosta de dormir agarrado,
fazer sesta abraçado, fazer compras junto.
Não tem namorado quem não gosta de falar do próprio amor,
nem ficar horas e horas olhando o mistério do outro dentro dos olhos dele,
abobalhados de alegria pela lucidez do amor.
Não tem namorado quem não redescobre a criança própria e do amado e sai com ela para parques, fliperama,
beira d´agua, show de Milton Nascimento,
bosques enluarados, ruas de sonho ou musical do metrô.
Não tem namorado quem não tem música secreta com ele,
quem não dedica livros, quem não recorta artigos,
quem não se chateia com o fato de seu bem ser paquerado.
Não tem namorado quem ama sem gostar,
quem gosta sem curtir, quem curte sem se aprofundar.
Não tem namorado quem nunca sentiu o gosto
de ser lembrado de repente no fim de semana,
de madrugada ou no meio dia de sol em plena praia cheia de rivais.
Não tem namorado quem ama sem se dedicar,
quem namora sem brincar, quem vive cheio de obrigações,
quem faz sexo sem esperar o outro ir junto com ele.
Não tem namorado quem não fala sozinho,
não ri de si mesmo e quem tem medo de ser afetivo.
Se você não tem namorado porque não descobriu que o amor é alegre
e você vive pesando duzentos quilos de grilos e medos,
ponha a saia mais leve, aquela de chita, e passeie de mãos dadas com o ar.
Enfeite-se com margaridas e ternuras
escove a alma com leves fricções de esperança.
De alma escovada e coração estouvado,
saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim.
Acorde com gosto de caqui
e sorria lírios para quem passar debaixo de sua janela.
Ponha intenções de quermesse em seus olhos
e beba licor de conto de fadas.
Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta
e do céu descesse uma névoa de borboletas,
cada qual trazendo uma pérola falante
a dizer frases sutis e palavras de galanteria.
Se você não tem namorado é porque ainda não enlouqueceu
aquele pouquinho necessário a fazer a vida parar
e de repente começar a fazer sentido."




Lindinho, né? As casadasm namoradas ou apaixonadas, pensem nisso... NAMOREM MUUUUITO!

beijos, beijos... feliz dia dos namorados... eu, eu continuo de mal com o amor

9 comentários:

Myriam disse...

Paulinha, você é uma figura! E te digo, sabe aquelas figurinhas difíceis de encontrar? Então, você é assim: Única!! (rsrs) Mas não fica triste não, tudo tem sua hora, você ainda não encontrou a pessoa certa, que realmente te ama! Minha querida, linda postagem, Eu ri muito e também me emocionei, então vou te desejar um maravilhoso fim de semana! Já , já vou postar sobre o dia dos namorados! rsrs beijocas!!!

Marliborges disse...

Oi Paula, gostei da postagem. Se cuida!!! Bjsssssss

Tatiana Rodrigues (Devaneios etc) disse...

Amei,amei,amei! Perfeito...

Oficina Chic disse...

Bem legal o seu blog, estamos seguindo. Passa lá no nosso e aproveita para participar do sorteio que estamos fazendo ;)
Beijos

Beatrice Clavery disse...

"Namorado não precisa ser o mais bonito,
mas ser aquele a quem quer se proteger
e quando se chega ao lado dele a gente treme,
sua frio e quase desmaia, pedindo proteção."

ameeei essa parte.
eu também estou de mal com o amor, mas daqui a pouco passa. :)

Jeanne disse...

Paula querida, não fica triste, logo logo vai aparecer um namorado muito legal pra ti, é só esperar, ou ir à luta,rsrsrs...
se bem que eu acredito no destino, portanto, pode ser no supermercado, na padaria ou no banco, quando for a hora vais encontrar um amor.
Beijos

Lina Pereira disse...

Oi querida, melhoras!!

Linda postagem!!

Obrigada por comentar lá no blog, estou sem paciência de postar..ahaha

Mas isso passa!!

Beijos e uma ótima semana!

Juliana Nascimento disse...

Ei Paulinha!
Como acabei de escrever em meu blog, nos sobrevivemos a esse bendito dia 12 de junho. E se depender da energia positiva das amigas, no proximo ano estaremos escrevendo sobre os preparativos para comemorarmos essa data ao lado de nossos amores.rsrsrs

Nao fiquei sabendo que vc fez cirugriga, pq a semana passada foi de muita correria. Mas mesmo assim desejo que vc se recupere bem e logo.
Boa semana pra vc menina.
bjos

Barbie Girl disse...

Paulinha, seu príncipe vai chegar!!

Eu tenho certeza, quando eu não mais acreditava, ele chegou e de cavalo branco... e olha que eu pensava que estava vindo de jegue, tamanha demora, rs
Mas hoje entendo perfeitamente os planos de Deus, ele me trouxe o melhor, te digo com meu coração e emoção, é um amor lindo e eu só tenho agradecer...
E eu tenho certeza que Deus irá fazer o mesmo por vc!

Obrigada pelo carinho e se cuida menina!!