sábado, 5 de junho de 2010

Inferno Astral



Oi oi oi!!!
Ando sem tempo pra postar... muitos afazeres e comemorações, amanhã voltarei com calma!!! Já tinha deixado esse post escrito pra não ficar sem passar por aqui!
Todo mundo já deve ter ouvido falar no tal "inferno astral". Andei dando uma pesquisada por ai... vejam o que encontrei:
"O período conhecido popularmente como "Inferno Astral" é o mês que antecede o aniversário de alguém. Nesta época, muitas pessoas acreditam viver momentos de angústia, depressão ou até mesmo azar, atribuindo as turbulências a alguma configuração astrológica misteriosa. ...Existem algumas explicações para entender estes trinta dias temidos antes da inauguração de uma nova idade. O aniversário nada mais é do que o marco de um novo ciclo solar na vida de uma pessoa, ou seja, o Sol passa pelo mesmo ponto do Zodíaco que estava quando ela nasceu, sinalizando uma nova etapa para a sua consciência. Os dias que antecedem esta renovação são exatamente os últimos do ciclo anterior que a consciência vinha atravessando. ...s ciclos representam na Astrologia os estágios de todo e qualquer processo de desenvolvimento e que "o final de um ciclo" se caracteriza por ter uma qualidade de tempo marcada pela agitação, mudança, instabilidade e desordem, somadas à insegurança em relação ao futuro que está por vir. "Isto acontece porque é no final do ciclo que se esgotam as possibilidades de expressão existentes no seu início e manifestam-se os resíduos responsáveis por sua dissolução. Em suma, o tempo que antecede imediatamente o final de qualquer ciclo caracteriza-se pela desordem e pela inversão dos valores admitidos no seu início", explica.
Pela técnica da revolução solar, cada mês do ano, a contar a partir da data do aniversário, corresponde a uma determinada casa astrológica ou setor prático da vida de uma pessoa que estará sendo vivido mais intensamente. Assim, no primeiro mês a partir do aniversário, vive-se de forma enfática a casa 1: a pessoa fica mais centrada em si mesma e em seu comportamento. O décimo segundo e último mês do ano corresponde à casa 12, trecho do mapa que analisa os sacrifícios e doações que uma pessoa deve fazer aos outros, sem esperar recompensas para isto.
Segundo o astrólogo Eduardo Maia, o "Inferno Astral" só acontece quando não percebemos que precisamos sair do palco para contemplar mais o mundo e nos desapegarmos, em benefício daqueles que precisam de uma ajuda emocional ou prática. "É um período de ser instrumento para o bem dos outros e não estar tão preocupado com causas próprias", afirma. Como isto geralmente não acontece, vem a angústia, o vazio e a sensação de desorientação.
Apesar de não ser uma força misteriosa desenfreada como muitos imaginam, existem explicações simbólicas consistentes para a crise do último mês de uma idade, mas isto não significa que acontecerão apenas coisas negativas na vida de alguém ou que seja impossível lidar bem com este período de transição. Todos têm livre-arbítrio e podem, ainda mais compreendendo o ciclo no qual estão inseridos, dedicarem este momento à reflexão e avaliação da etapa terminada, preparando-se sem tantos atropelos para a próxima."

Tirado daqui


"Se o inferno astral precede o reinício do ciclo solar, isso quer dizer que ele é o final de um ciclo, concordam? Muito bem, reparem, e isso é comum na tradição astrológica, como todos os finais de ciclos são desgastantes, às vezes tristes, outras vezes cheios de ansiedade. Exemplos de final de ciclo a fase tensa antes do fechamento de uma grande empresa, a fase do término da infância e início da adolescência, a gradativa perda de vitalidade durante o término da juventude, a tediosa ou tensa fase que precede o fim de um namoro. São finais e, ao mesmo tempo, fases preparatórias para o recomeço. Toda fase preparatória é difícil, pois estamos aprendendo a lidar com coisas ainda latentes que vão-se apresentando à nossa consciência para serem trabalhadas e operacionalizadas. Isso explica o fato de muitas pessoas sentirem uma certa diferença na época imediatamente anterior ao aniversário. O que explica as adversidades, todavia, são 3 fatores
a) ciclos de vida (aspectos astrológicos) que coincidem com a fase,
b) processos de causa e efeito,
c) a atitude mental.
A letra "a", fala de ciclos maiores que contém, inclusive, o mês que classificamos como "inferno astral". Um período de transformações e de conscientização dos próprios limites pode ser confundido com um agravamento de condições difíceis supostamente provocadas pelo inferno astral. Um dos vários exemplos é o trânsito de Saturno pelo Sol de nascimento. Por outro lado, ciclos considerados favoráveis podem estar ocorrendo e contrariando o que se diz sobre o inferno astral. Durante o mês anterior ao aniversário, Júpiter em trânsito pode estar em conjunção com Vênus do mapa natal, o que corresponde, em teoria, a uma fase afortunada nos afetos e nas finanças.
A letra "b" fala de nossas atitudes e de nossas convicções que podem ter causado exatamente aquilo que os ciclos sugeridos na letra "a" indicam. Causa: há 3 meses você vem faltando e chegando atrasado(a) no trabalho e ainda fala mal do patrão logo para um puxa-saco. Efeito: "rua", justo quando chega o "inferno astral". Aí você pensa "claro, estou passando pelo inferno astral", e convence a si que foi um elemento externo e não você quem causou o problema.
A letra "c" fala do mais importante dos três processos o que você acredita é o que você é. O que você cria na mente, você faz acontecer no cotidiano, mesmo que não perceba. Se você diz "Xiii… chegou meu inferno astral. Agora tudo vai dar errado.", então vai mesmo dar tudo errado. O universo inteiro vai conspirar a seu favor, quer dizer, contra você, pois seu próprio pensamento está contra você. Tudo o que enfiamos na cabeça a respeito do período, seja graças à mídia, seja à nossa falta de senso crítico, que nos torna excessivamente vulneráveis à mídia, tende a ser confirmado. Isso acontece também porque nossa mente é seletiva. Vemos o que queremos ver, ouvimos o que queremos ouvir e entendemos o que queremos entender. Se estamos predispostos à negatividade de pensamento, então para nós um pirulito, em vez de parecer ser um doce gostoso, vira um veneno que provoca cáries e cujos corantes artificiais vão-nos provocar câncer (a doença, não o signo).
O que pouquíssimas pessoas lembram, é que mesmo durante a fase que precede o aniversário (que, segundo se popularizou, é cheia de dificuldades), existem pessoas (muitas) que passam pela fase tranqüila e alegremente. Não se trata somente de um olhar positivo sobre a vida, o que, é claro, reduz tremendamente as adversidades. Trata-se de um ciclo de vida individual que está sendo processado. O que foi dito na letra "a" a respeito de um ciclo mais difícil, também se aplica a um ciclo cheio de oportunidades que abrange também a época antes do aniversário, tornando-o muito feliz a despeito do inferno astral.
Claro a atitude mental conta bastante até em ciclos afortunadíssimos. Podemos estar passando por um trígono (aspecto fluente) da Lua progredida com Júpiter natal, outro com Saturno e outro com o Meio do Céu e ainda assim sentirmos frustração, quando o ciclo indica grandes realizações e facilitações. Se você não acredita em seu potencial, se não se esforça por desenvolvê-lo ou por adquirir, mesmo aos poucos, os recursos de que necessita, então fica mesmo difícil. Não custa nada dar uma forcinha a si mesmo e agir sem esperar que algo caia do céu, não? Agindo, os benefícios surgem com mais facilidade num ciclo como esse, sem dúvida."

Daqui

Enfim, gente!!! Muito tem haver também com o que nós acreditamos, com o que pensamos... com a força de nossos pensamentos. "Não creio em bruxas, mas que elas existem, elas existem".
Passado meu inferno astral... que a partir de amanhã eu goze do paraíso!!!! beijos e até amanhã.

8 comentários:

Sonia Beth disse...

EI amiguinha, então é amanhã, seu niver?

Desconstruindo a Mãe disse...

Oi, querida! Muita luz, alto astral, fé, garra, sonhos e realizações, recheados de amor para que sejas de fato FELIZ!!!

Superbeijo desta amiga recente que já te quer muito bem!

Ingrid

Janetinha disse...

Oi. Gostei do jeito descontraído do seu blog. Bjos.

Bárbara Rezende disse...

QUE ESSE INFERNO ASTRAL V´APARA BEM LONGE FINALMENTE!!!

ESTOU COM SAUDADES!!!

TE ESPERO PARA UM CAFEZIM BEM QUENTIM LÁ EM CASA!!!

BJKS

Cafofo da Fran disse...

Oi Flor...
Que o inferno astral vá para bem longeeee
Tenha uma ótima semana
Bjokasss

Bordados e Retalhos disse...

Que inferno astral que nada, com esses olhinhos verdes sorrindo no final do post alguém pode pensar numa palavra feia dessas. Desejos coisas lindas pra vc amiga e assim que passar a festa de Santo Antônio (da minha Igreja) que estou envolvida até o último fio de cabelo, mando o brinde para aquele endereço que vc me deu. Ok? Bjs

Simone Scharamm disse...

Oi, querida,
Como foi de aniversário?
Espero que esteja tudo bem! Pensamento positivo, hein! Desejo felicidades pra você e pra sua linda Dudinha.
Beijos!

Lúcia Soares disse...

Paula, feliz aniversário!
Afinal, foi dia 05?
Espero que tenha sido um sábado muito bom!
Parabéns pra você, não acredite em "inferno astral", mesmo acreditando!
Também falei sobre isso outro dia, passei maus momentos, mas justamente 1 mês DEPOIS do aniversário...Enfim, as coisas são cíclicas em nossa vida, mas não precisamos acreditar em tudo.
A influència dos astros deve ter alguma verdade, mas não pare pra pensar.
Se momento em si é muito delicado, sozinha, com filha pequena pra criar, a gente tem mil e uma dúvidas, mil momento de desânimo, mas é justamente agora sua chance de mostrar garra.
Não se preocupe que a pessoa certa aparecerá sem que você precise procurar.
Fica com Deus e fé na vida!
Beijos!