quarta-feira, 28 de julho de 2010

Homenagem tardia

Oi gente! Se alguém não sabe, segunda feira, dia 26/07, foi dia das avós. Não sei porque essa data não é tão divulgada. Devia ser tanto quanto o dia das mães ou dos pais, talvez menos comercial.
Sei que é dia da avó porque é dia de sant'Anna, avó do Menino Jesus. Sabiam dessa?

Bem, quero só deixar uma breve homenagem a todas as vovós, que todas se sintam abraçadas, mas, quero falar da minha vózinha querida!!!
Ao longo do blog, já mencionei sobre a minha vó muita vezes. Pois sabem que ela tem 80 anos?! E ela é totalmente lúcida e equilibrada. Claro que ela já sente a idade no corpo, já apresenta alguns sinais de velhice, por que, embora parece ela não é a mulher maravilha! Mas, pra mim, ela é a mulher mais maravilhosa que já vi na vida. A minha vó, sabe conversar sobre tudo, é bem informada, estudada, culta... Além disso, tem uma compreensão absurda com nossos sentimentos e atitudes. Minha vó tá sempre do nosso lado, ainda que errados. Ela briga, puxa a orelha... mas tá sempre ali de braços abertos pra gente.
Fora isso, eu ainda a admiro pelo seu lado espiritual também, não sei bem explicar, mas vovó é meio "bruxa". Ela sabe quando não estamos bem. E se a gente não conta, tudo bem, ela respeita. Juro que não consigo achar um defeito nela. Não é impressionante?
Sinto por ela além de uma admiração enorme, um amor descomunal, é como se eu não pudesse viver sem ela, e não posso mesmo. Minha vó não é aquelas vovós velhinhas, de cabeça branca e vestidinho de pano, que tem a casa cheia de doces. Não! Ela é sempre super arrumada e elegante, mesmo assim consegue ser humilde, simples... ah! Enfim, são só elogios!Sei, que ela tem uma história de vida lindissima, não me cabe contar... mas, é simplesmente admirável e emocionante.

Mas, eu como qualquer outra pessoa "normal" tive outra vovó. Mas, essa se foi, eu ainda era muito novinha. Devia ter uns 11/12 anos. Mas, foi tempo suficiente pra eu morrer de saudades. Lembro-me bem dela fazendo tudo pra gente... lembro que eramos com certeza, eu e Marcela, as coisas mais importantes de sua vida. E também me lembro do quanto ela mimava a gente!Fazia toda e qualquer vontade nossa... e era ótima costureira. Tanto, que eu, sem noção, pouco antes dela falecer, "encomedei" um vestido de "Chica da Silva" (novela da Manchete com a Taís Araújo, com aqules vestidos de época) pra ela. E ela chegou até a começar, mas infelizmente, não terminou!


Essa minha vó era do tipo "boa praça".. ela se dava com todo mundo, e era muito querida. Pena que não pude ouvir de sua própria boca suas histórias, e conhecer seu passado...sei que teve uma vida sofrida. Mas, sei também que foi uma grande vencedora! Só consigo imaginar, ela com a Duda, o quanto ela iria babar pela Dudinha, e sempre falo pra minha filha, que lá no céu tem uma estrelinha que é a outra Bisa... sem comentários... não posso mais falar sobre isso, mexe demais com as minhas memórias, e me dá uma saudade sem fim!
Também tive avôs... um morreu quando eu já tinha 17 anos, mas pouco tenho a falar dele... convivemos pouco, e quando ficavamos juntos não desfrutei do avô que sempre quis ter... ele passou longe disso... deixa pra lá, se não for pra falar bem, melhor me calar.

O outro avô, morreu quando eu tinha apenas 13 dias... Sempre escuto minha vó falando dele, sabem que mesmo após 25 anos, ele continua sendo o grande amorda vida dela?! Não é lindo, esse amor de vida toda?! Por ele, eu nutro enorme carinho, respeito e admiração. Minha vó sempre se emociona ao contar, que quando nasci, ele pode dizer "Ah! agora sim! Eu tenho uma neta!" e veio a alemãzinha aqui, loirinha de olhos azuis... Meu avô era alemão mesmo, veio pro Brasil, e fez sua vida aqui. Sempr muito rígido, pelo que eu ouço falar. Brinco com a minha vó que ele foi embora pensando assim... "já vi a netinha... linda, loirinha, olhos azuis, alemãzinha... agora eu vou embora que é pra não morrer de desgosto" Sempre imagino, ele, todo formal... e eu assim com esse meu jeito... eu ia matar o velho mesmo!!! RS!

Bem gente, que todos os vovôs e vovós se sintam homenageados... essa é só uma pequena parte da minha história, das minhas origens...e de quem sou eu! beijos, beijos

4 comentários:

Heloísa disse...

Paula,
Lindo seu amor pelas suas avós.
E eu, como vovó feliz, agradeço o abraço que me enviou por esse post.
Beijos.

Mimirabolante disse...

Parabéns a todas as vovós!!!bjcas

Myriam disse...

Ai Paulinha...que linda tua homenagem! Bjs!!

Lúcia Soares disse...

Paula, só hoje li o texto e agradeço a homenagem. Não sei se já leu no meu blog o que falo dos netos. Tenho 4: 3 meninos da filha mais velha, Fabiana, e uma menininha, da filha do meio, a Renata.
Lá em "Netos" você pode conhecê-los. São a minha paixão.
Seus avós são lindos. Sua avó materna, como é nova, não parece a idade que você disse que ela tem.
Sua avó paterna, que mulher bonita! Sua genética é maravilhosa mesmo.
Beijo na sua vovó, mesmo atrasadíssimo!